Paróquia de Nossa Senhora da Conceição - Catedral Diocesana de Campina Grande-PB

SOLENIDADE DOS APÓSTOLOS PEDRO E PAULO

IGREJA COMUNHÃO E PARTICIPAÇÃO. (cor vermelha)

COM: (Saudações espontâneas)
“Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé”.
Celebramos neste domingo a páscoa de Jesus na vida, no ministério e no martírio de Pedro e Paulo. Duas colunas mestras da Igreja.
São Pedro e São Paulo sofreram o martírio em Roma sob o imperador Nero (54 – 58). Pedro por crucifixão e Paulo por decapitação. Pedro, o primeiro a proclamar a fé, fundou a Igreja primitiva sobre a herança de Israel. Paulo anunciou a Boa-Nova, manifestando às nações o Evangelho da salvação.
Hoje também comemora-se o dia do Papa. Rezamos pelo papa Bento XVI. Sua missão é zelar para que a Igreja permaneça unida, fiel a Jesus Cristo e ao seu projeto, realizando com humildade e coragem uma ação evangelizadora cada vez mais inculturada, profética e aberta a todos.
Que os festejos juninos, que estamos encerrando neste final de semana, transcorram na mais profunda paz e que saibamos ser hospitaleiros para com os nossos irmãos visitantes.
Na alegria de celebrarmos a solenidade de Pedro e Paulo, fiquemos em pé...
Procissão de entrada com tochas, cruz e incenso.

RITO INICIAL


ACOLHIDA DO PRESIDENTE.
Em nome do pai ...
Irmãos e irmãs, alegremo-nos festejando estes dois grandes apóstolos: Pedro e Paulo! Que a graça e a paz de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor misericordioso do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco!
ASS: Bendito seja Deus...

ATO PENITENCIAL. CANTADO
Como Pedro, precisamos reconhecer nossas fragilidades, para que o Senhor nos confirme em seu amor. Com toda a confiança e o desejo de conversão, aproximemo-nos de sua misericórdia e imploremos o seu perdão.
Canto
PRES: Deus todo-poderoso...




HINO DE LOUVOR - CANTADO

ORAÇÃO DO DIA.


RITO DA PALAVRA
FAZER UMA ENTRADA DA PALAVRA.
A primeira leitura nos diz que Pedro é preso no dia dos pães ázimos e sua execução seria após a festa da Páscoa. Assim, a prisão se transformou no sepulcro e a libertação a sua ressurreição. O anjo do Senhor vem acampar ao redor daqueles que o temem. Meditando o salmo 33 sentiremos a misericórdia de Deus para conosco. Na segunda leitura, Paulo tem convicção da sua missão cumprida, mesmo a sua morte estando muito próxima ele não a teme. No evangelho, Jesus lança Simão como pedra fundamental da Igreja e lhe confia a chave do Reino dos Céus. Pedro é o líder que irá conduzir o povo cristão nos caminhos que Jesus deixou. Ouçamos com muita atenção a Palavra de Deus.

1a Leitura ( At 12, 1 -11)

Salmo Responsorial 33

2a Leitura ( 2 Tm 4, 6 – 8. 17 - 18)

Evangelho (Mt 16, 13 - 19)

ACLAMAÇÃO / PROCLAMAÇÃO.
HOMILIA
PROFISSÃO DE FÉ.

PRECES DA COMUNIDADE
Celebrando a memória dos Apóstolos Pedro e Paulo, pedras fundamentais da Igreja, supliquemos ao Senhor. Digamos juntos: SENHOR, ESCUTAI A NOSSA PRECE!
&61558; Pela santa Igreja de Deus, para que, estavelmente construída sobre o fundamento dos apóstolos Pedro e Paulo, possa cumprir com fidelidade e coragem sua missão apostólica, rezemos ao Senhor.
&61558; Pelo Papa Bento XVI, para que, no exercício do primado e no modo de amar os cordeiros e as ovelhas do Senhor possa ser sempre reconhecido como o sucessor de Pedro, rezemos ao Senhor.
&61558; Pelos cristãos perseguidos, para que, lembrando-se do amor e da morte de Pedro e Paulo, possam gozar e exultar quando sofrerem ultrajes por Jesus Cristo, rezemos.
&61558; Por aqueles que sofrem vítimas das doenças, da fome e da ausência de compromisso por parte dos poderes públicos e pela falta do testemunho dos cristãos, rezemos.
&61558; Por fim lembremos do projeto AME, implantado em nossa Diocese. Para que o anúncio do evangelho alcance os lugares que ainda não escutaram a mensagem libertadora da salvação, rezemos ao Senhor.
(intenções da comunidade)
Senhor, guardai o povo que vos busca de todo o coração; dai-lhe, por intercessão dos santos Pedro e Paulo, fidelidade, coragem e vivo senso da unidade. Por Cristo nosso Senhor.

LITURGIA EUCARÍSTICA .

Chegou o momento do ofertório. Como Jesus nos entregou a sua Igreja através de Pedro, coloquemo-nos a serviço do Evangelho assim como os discípulos.

• Oração sobre as oferendas
• Oração Eucarística II
(Missal, p. 477 – Pf. P. 609)
Sugestão do prefácio:
É bom cantar um bendito! Um canto novo, um louvor! (bis)
Ó Deus, Pai santo e bondoso, por Cristo, nosso Senhor.
Na festa dos dois apóstolos, cantemos o teu louvor.
De Pedro nós recebemos a fé no Cristo, Senhor.
De Paulo, o Evangelho que aos pagãos anunciou.
Por isso o céu e a terra se unem no seu louvor:
Santo, Santo, Santo!....

• Rito da Comunhão
• Comunhão
Que a Eucaristia que iremos receber seja verdadeira fonte de conversão e nos ajude a praticar o Evangelho a exemplo dos apóstolos de Cristo, Pedro e Paulo. Canto de comunhão.

• ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO.

RITO FINAL

• MENSAGEM DE ENVIO
A mensagem de hoje para nós é clara: continuar a missão de Jesus, sem medo, confiando na graça de Deus e evitando presunção e orgulho. É aos “pequenos” ou simples que Jesus chamou, mostrando mais uma vez que na história da salvação Deus se serve de poucos e fracos para fazer grandes coisas.


• BÊNÇÃO PRÓPRIA DO DIA E DESPEDIDA.
(Missal romano, p. 527)
PRES: O Senhor esteja convosco.
ASS: Ele está no meio de nós.

PRES: Abençoe-vos o Deus todo-poderoso, que vos deu por fundamento aquela fé proclamada pelo apóstolo Pedro e sobre a qual se edifica toda a Igreja.
ASS: AMÉM

PRES: Ele, que vos instruiu pela incansável pregação de São Paulo, vos ensine a conquistar também novos irmãos para o Cristo.
ASS: AMÉM

PRES: Que a autoridade de Pedro e a pregação de Paulo vos levem à pátria celeste, onde chegaram gloriosamente um pela cruz e outro pela espada.
ASS: AMÉM

PRES: Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho &61573; e Espírito Santo.
ASS: AMÉM

Eraldo Amorim (Equipe de Liturgia da Catedral)